As evoluções tecnológicas proporcionaram muitas facilidades para a vida das pessoas. Em contrapartida, elas também trouxeram um grande desafio aos empreendedores. Afinal, são tantas possibilidades que muitas dúvidas acabam surgindo. Uma delas, que vamos abordar neste texto, é sobre como escolher redes sociais para empresas.

Então, aprenda como entender melhor quem é seu público e como atingi-lo de forma mais eficaz por meio da internet. Confira!

Como escolher em quais redes sociais atuar?

Antes de criar uma conta, uma página ou algo similar em uma rede social, é importante ter uma estratégia bem elaborada. Afinal, elas se tornaram canais de mídia, tal qual o jornal, rádio e TV. Para isso, é preciso tomar bastante cuidado com 2 aspectos muito importantes: conhecer sua persona e conhecer as redes. Vamos explicar cada um, a seguir.

Estude sua persona

A buyer persona, ou apenas persona, é uma metodologia que estuda o público-alvo de uma forma mais aprofundada. Sendo assim, ela envolve o entendimento das dores e hábitos das pessoas que se aproximam mais do seu cliente ideal. Com isso, sua empresa é capaz de identificar quais são os canais que elas mais utilizam e qual tipo de conteúdo é o mais relevante para elas.

Conheça as possibilidades de cada rede social

Aliado ao entendimento da persona, é fundamental conhecer as funcionalidades de cada rede social. Isso ajuda a explorar melhor o potencial de cada uma de acordo com as características das pessoas que se deseja atingir. Ou seja, tem que haver uma tática de atuação, não basta simplesmente criar qualquer coisa e colocar lá.

Além disso, cada uma delas tem um foco diferente. Consequentemente, elas são limitadas ao que se propõem. Então, não adianta criar contas em todas elas e utilizar o mesmo material. Foque apenas naquelas que podem trazer bons resultados e invista nelas.

Quais são as principais rede sociais usadas atualmente?

Existem inúmeras mídias sociais nos dias de hoje e cada uma delas foi criada com um propósito diferente. Dessa forma, é importante conhecer o objetivo de cada uma delas para determinar com quais sua persona mais se identifica. Por isso, separamos aquelas que têm sido mais utilizada por pessoas e empresas.

WhatsApp

O WhatsApp é um aplicativo para a troca de mensagens. Seu principal objetivo é permitir a comunicação entre pessoas e grupos. Para tal, ela possibilita o uso de mensagens de texto, envio de áudios, imagens, vídeos, gifs e chamadas de voz. Seu ponto forte é a quase onipresença no território nacional. Afinal, são mais de 120 milhões de usuários ativos todos os meses só no Brasil.

Para uso comercial, é importante ter uma conta no WhatsApp Business. Além das funcionalidades da versão pessoal, ele fornece informações relevantes para refinar a estratégia de atuação. Inclusive, o fato de ter uma conta nessa modalidade transmite maior credibilidade e confiança a seus clientes.

Facebook

O Facebook é uma ferramenta criada para que as pessoas pudessem interagir na internet. Nele, você pode incluir fotos e vídeos, além de deixar mensagens em seu mural pessoal. Para empresas, a funcionalidade mais importante são as páginas, nas quais elas podem expor suas informações e fazer suas divulgações. Um ponto muito forte desse canal é a interação direta do usuários entre si e com as páginas.

Instagram

O Instagram surgiu com o foco no compartilhamento de imagens. Desde a sua criação em 2010, muita coisa mudou. Principalmente depois que ele foi comprado pelo Facebook, em 2012. De lá para cá incorporou diversas funcionalidades, como os stories e, mais recentemente, o IGTV. Seu ponto forte é a divulgação por meio de vídeos e imagens, mas também é muito bom para promover a interação.

LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social voltada para as relações de negócios. Do ponto de vista de funcionalidades e até mesmo de aparência, ele é bastante similar ao Facebook. A grande diferença é que é utilizado apenas com intuito de estabelecer contatos profissionais. Muitas empresas usam essa rede para recrutar funcionários, mas ela também é uma excelente fonte de informações de mercado e atualidades.

YouTube

O YouTube é uma plataforma de criação e distribuição de vídeos. Nele, os usuários podem ter um canal para inseri-los, bem como assistir aos demais conteúdos publicados. É uma excelente forma de aumentar a autoridade de uma marca ou pessoa, mas é também a que requer mais investimento na produção dos materiais.

Como atuar nelas de forma mais eficaz?

Agora que já falamos um pouco sobre as características de cada rede social, vamos dar algumas dicas sobre como traçar uma boa estratégia de atuação. Acompanhe.

Encontre as redes sociais mais usadas por sua persona

O ponto inicial — e o mais importante — é saber onde sua persona está. De nada adianta voltar toda a sua estratégia para o Facebook, se o público que você quer atingir prefere o YouTube. Sua empresa deve estar onde seus clientes estão.

Por isso, a compreensão dos hábitos da persona é tão importante. É isso que ajudará a determinar as redes sociais com maior probabilidade de atrair as pessoas certas, ou seja, aquelas que vão realizar uma compra.

Crie conteúdo relevante

Centenas de milhares de conteúdos são publicados nas redes sociais a cada hora. Em meio a tudo isso, sua empresa precisa encontrar uma forma de se destacar da concorrência. A única forma de fazer isso é entregando aquilo que sua persona quer, precisa ou gosta.

Logo, se uma imagem, um texto ou um vídeo não são interessantes, ela não “perderá” seu tempo com eles. Do contrário, quando o conteúdo é realmente relevante, a persona pode não apenas consumi-lo, mas também compartilhá-lo com sua rede de contatos. O que torna toda a estratégia ainda mais poderosa.

Explore as funcionalidades de cada rede social escolhida

Cada uma das redes sociais que citamos evoluiu de forma para prestar melhores serviços a seus usuários. Diante disso, é importante explorar melhor o que elas têm a oferecer para tornar a experiência da sua persona mais agradável e atraente. Isso ajuda também a passar uma impressão melhor da qualidade do seu negócio.

Invista em anúncios

Com a restrição cada vez maior do alcance principalmente no Facebook e Instagram, é fundamental separar uma verba para impulsionamentos e anúncios. Eles podem fazer toda a diferença nos resultados, visto que o direcionamento é muito mais específico e assertivo. Como as duas ferramentas pertencem à mesma empresa, eles podem ser feitos em uma única plataforma, de forma simples e prática.

Enfim, a escolha das melhores redes sociais para empresas é uma tarefa que requer muita pesquisa e estudo. Como dissemos, é preciso conhecer bem sua persona e aprender mais sobre as ferramentas. Assim, você será capaz de implementar uma estratégia de sucesso, atraindo e convertendo novos clientes.

Gostou deste artigo? Então, compartilhe-o com seus amigos em suas redes sociais e promova um debate sobre o assunto.